Facebook
| PT ES |
Agora:
9 ºC
Pesquisa de Associados
Notícias e Iniciativas

2017-05-27
Bairrada volta a ganhar Melhor Espumante do Ano e soma 18 medalhas no Concurso Vinhos de Portugal 2017

Pelo segundo ano consecutivo, a Bairrada volta a ver um dos seus como o Melhor Espumante do Ano, tendo sido o Quinta do Ortigão Cuvée 2012 a arrecadar o galardão atribuído pela ViniPortugal no âmbito do Concurso Vinhos de Portugal 2017. Os vencedores foram anunciados na sexta-feira passada, em Arraiolos, e os prémios para a Bairrada não se ficaram por este grande feito: os tintos 2221 Terroir Cantanhede 2011 (Adega Cooperativa de Cantanhede e Caves São João) e Ataíde Semedo Reserva 2015 (do produtor com o mesmo nome, Ataíde Costa Martins Semedo) foram distinguidos com Grande Medalha de Ouro; e houve ainda uma Medalha de Ouro e quinze Medalha (s) de Prata, todos  ele com a certificação DO Bairrada.

 

Segundo Pedro Soares, Presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada, a prestação da Bairrada tem vindo a afirmar-se nesta e em outras iniciativas que põe à prova (cega) os vinhos e espumantes da região, o que é de louvar e meritório para todos os que dia-a-dia trabalham para atingir resultados cada vez melhores, para os seus vinhos e para o bom nome desta que é uma região vitivinícola de excelência. 

 

Enquadrar que esta edição do Concurso Vinhos de Portugal contou com um painel de 110 especialistas nacionais e internacionais, que avaliou os 1373 vinhos em prova. Foram atribuídas 341 medalhas, 30 das quais na categoria Grande Ouro, 121 de Ouro e 190 de Prata.

 

Quinta do Ortigão Cuvée 2012: o grande vencedor Bairrada

 

Uma criação da Quinta do Ortigão - Sociedade Agro-Turística Lda, com a enologia de Osvaldo Amado, a Quinta do Ortigão Cuvée 2012 é um espumante DO Bairrada produzido pelo método clássico e que nasce da mistura das castas Baga (a tinta mais famosa da região), Arinto, Bical e Chardonnay, estás últimas de uvas brancas. Um espumante de cor citrina definida, com aspecto cristalino, desprendimento de gás, bolha fina e persistente. No aroma é frutado, discreto em frutos de polpa branca mas persistente, e com nuances de frutos secos e ligeiro tostado. Já na boca é frutado e fresco, com um final elegante e harmonioso. Ideal como aperitivo, mas com potencial gastronómico, por isso um espumante para se beber à mesa a acompanhar pratos regionais.

  Imprimir   |      Recomendar   

Ask  Ask
Delicious  Delicious
Digg  Digg
Facebook  Facebook
Google  Google
LinkedIn  LinkedIn
Live  Live
Multiply  Multiply
MySpace  MySpace
Reddit  Reddit
StumbleUpon  StumbleUpon
Tumblr  Tumblr
Twitter  Twitter
Y! Bookmarks  Y! Bookmarks
A REGIÃO DA BAIRRADA
Apontamento Histórico
Mapa Região Demarcada
Estação Vitivinícola da Bairrada
Escola de Viticultura da Bairrada
Museu do Vinho Bairrada
Imagens para viver
Vídeos CVB
Parceiros e Links
Notícias e Iniciativas
CVB
Apresentação
Associados CVB
Câmara de Provadores
Certificação de Vinhos
Laboratório EVB
Administração
Edição e Docs
CASTAS
Tintas
Brancas
Concurso Melhores Vinhas
VINHOS
Características Organolépticas
Como provar
Confraria dos Enófilos da Bairrada
Concursos CVB
O Que Dizem os Media
NOVOS VINHOS
Últimos rotulos adicionados
@ 2009 Comissão Vitivinícola da Bairrada
Todos os direitos reservados. Política de Privacidade
MA Digital